A Física de Partículas na Vanguarda do Conhecimento
Tudo o que existe é feito de particulas. Este simples e indubitável facto mostra que para conhecer as Leis Fundamentais da Natureza temos de conhecer as leis que ditam as características e as interacções entre as particulas elementares. Nas ùltimas três décadas houve um desenvolvimento notável da Física de Particulas que conduziu a construção de teorias de unificação das interacções electromagneticas fracas (responsáveis pela radioactividade e pelo decaimento da maior parte das particulas ), e, fortes (responsáveis pela estabilidade dos nucleos). A unificação destas interacções fundamentais representa um dos mais brilhantes desenvolvimentos da Fisica Fundamental, comparável a unificação da electricidade e do magnetismo conseguida por Maxwell. Para se poder avaliar os desenvolvimentos extraordinarios da Física de Particulas nas ultimas tres decadas, basta lembrar que durante o periodo entre 1976-2002, nove  dos Premios Nobel estão ligados à Física de Particulas, isto é cerca de um terço do total. Existe hoje um modelo, designado Modelo-Padrão, que está de acordo com quase todos os dados experimentais. Uma excepção é a recente descoberta das oscilações dos neutrinos, que por sua vez indicam que os neutrinos teem uma massa não nula. No Modelo-Padrao, os neutrinos não teem massa. No entanto, uma pequena mas genial modificação do Modelo-Padrao permite dar massa aos neutrinos atraves do mecanismo de sobe-e-desce, justificando ao mesmo tempo de um modo elegante a pequenês dessa massa. Apesar do sucesso espectacular do Modelo-Padrão, muitas das questões mais fundamentais continuam sem resposta.

Para mais detalhes da investigação no CFTP consultar o link Research na página do Centro.